Tag Archives: imigração

O ser imigrante em Portugal

Fiquei curiosa sobre o real número de estrangeiros vivendo em Portugal. Fui pesquisar no site do SEF, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras. Eles têm relatórios anuais com diversos indicadores sobre quem são esses estrangeiros, onde estão e desde quando vivem em território nacional. OF COURSE, os dados dizem respeito aos legalizados (que dispõem de autorização ou permissão de residência).

Dados de 2010

Por alto, calculo que pelo menos 10% da população portuguesa seja estrangeira, legal ou ilegal. Isso soma cerca de 1 milhão de pessoas, já que Portugal é pequenina e tem apenas 10,5 milhões de habitantes. (O Rio Grande do Sul, por exemplo, tem mais população do que isso!).

Enfim, vale a pena “dar uns confere” na tabelinha. Lisboa abriga quase a metade dos estrangeiros do país (algo que logo se percebe por quem conhece a cidade), enquanto o Porto conta com pouco mais de 27 mil “forasteiros”. Faro, no Algarve, aparece como o segundo Distrito com mais estrangeiros (mais de 70 mil!). Setúbal é o terceiro colocado com cerca de 50 mil. Importante destacar que os dados dizem respeito aos Distritos, divisão administrativa utilizada em Portugal.

Fixe mesmo é se dar conta desse dado na vida real. Lisboa está cheia de brasucas e africanos. No Algarve, creio que tenham mais europeus do leste (se bem que os brasuca também estão por lá). No Porto, tem mais europeu do leste e brasileiro também (vamos dominar o mundo, É FACTO!). Eu até mesmo brincava que as ex-colônias estão dominando Portugal, e eu acho que é isso mesmo que anda a acontecer…

Muito embora alguns portugueses não gostem muito dos imigrantes (e sacaneiem alguns), eu acredito (como geógrafa) que a imigração é a solução para qualquer país que queira se desenvolver. Vide o que acontece no Brasil hoje: Se não temos mão-de-obra qualificada o suficiente aqui, buscamos fora. As pessoas acabam por realizar trocas constantes, aprender umas com as outras e se desenvolver (pessoal e profissionalmente).

Eu acho necessário o imigrante ter um pensamento fixo na cabeça antes de viver em outro país: Quando as pessoas dizem que a cultura é diferente, não estão brincando. E é bom você levar isso a sério e se adaptar logo, senão vai sofrer discriminação. O diferente sempre sofre discriminação. Depois não adianta colocar a culpa na nacionalidade, cor de pelo ou sexo. No fundo, quem precisa se adaptar ao país diferente é você, imigrante.

Convenhamos, brasileiro fala alto, se mete na vida dos outros e usa gírias em demasiado. Além disso, nosso sotaque é facilmente percebido como diferente. (E os portugueses são tão bons em reconhecer sotaque que sabem até de qual região brasileira você é só porque abriu a boca). Portanto, tenha na cabeça o seguinte: Quem precisa mudar é você! Eles estão no país deles, vivendo na boa, e ninguém te convidou pra viver lá. Então, se esforce. Se adapte!

Deixe um comentário

Filed under Portugal

Pororoca no Tejo

O Jornal Valor Econômico de São Paulo publicou nesse final de semana (20,21 e 22 de agosto) uma reportagem sobre a imigração de brasileiros em Portugal. A Brasup foi procurada para depoimento, no qual eu respondi algumas perguntas. O resultado é assinado pelo jornalista Fernando Moura.

Primeira página da reportagem

Segunda página da reportagem

É nessa terceira página que a minha participação aparece. Último parágrafo.

Terceira página da reportagem

1 Comentário

Filed under Vida Portuguesa