Tag Archives: cinema

O segredo dos lançamentos mundiais

As férias de julho sempre me pareceram melhores do que as de dezembro-janeiro-fevereiro quando eu ainda estava no colégio. Eu sempre as preferi, mas nunca entendi bem o porquê, pois adoro praia, mar, sol, biquínis e afins.

Naquele mês invernal de pausa nas aulas, minha mãe sempre levava eu e minhã irmã ao cinema. Era época de estreias ótimas. Eu assisti 101 Dálmatas, Coração de Dragão, Jack, Esqueceram de Mim e Babe (o porquinho atrapalhado) em minhas férias de julho.

Mais tarde, também percebi que os clipes novos mais legais da MTV começavam a passar nos meses de frio no Brasil – pois no verão brasuca só lançam novos hits de funk, axé e pagode. Isso se repetiu mais tarde na minha percepção sobre o TVZ, do Multishow.

Sim, e é verdade. Os lançamentos do cinema e da música seguem a lógica do hemisfério norte… nós, do sul, somos reféns disso. Se for pensar mais além, por que será que a nossa representamos em nosso imaginário o Natal com neve, frio e comidas quentes? (Pois não venha me dizer que chester, peru e arroz a grega são comidas leves para o verão…).

Enfim, se você não pode vencer o inimigo, una-se a ele. Ou seja, na melhor das interpretações, ou você aproveita as férias de julho para ver a estreia de Harry Potter no cinema ou então aluga o DVD quando estiver entediado nas férias de verão. (Isso vale para aqueles que ainda têm férias escolares, pois eu sou trabalhadora agora, ou seja, férias só 1x por ano e em datas aleatórias).

Quer saber? Por entender “a lógica secreta por trás dos lançamentos” me sinto uma pessoa privilegiada. Aliás, e por ter morado na Europa por dois anos, me sinto mais privilegiada ainda, pois percebo perfeitamente a diferença entre ouvir a música nova do David Guetta (I love you, David!) em julho. Cara, é verão na Europa (e não existe nada melhor do que o verão europeu weeeee).

p.s.: David Guetta só tem um defeito: É francês. Fora isso, é o cara mais espetacular da música internacional de todos os tempos lol Eu já disse que o amo? hehe

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Europa

Oscar 2010

A diferença de fuso-horário é algo sobre o qual pouco de pensa. Na copa ocorrida na Coréia do Sul e Japão, em 2002, os jogos passavam no Brasil de madrugada. Ontem à noite, enquanto me preparava para assistir a 82ª edição do Oscar, lembrei desse lance de horários. Se eu estivesse em Portugal, provavelmente não assistiria a cerimônia. Aqui no Brasil, o Oscar começou a ser transmitido às 22h30min, ou seja, 17h30min no horário local em Hollywood, e uma e meia da madruga em Portugal!

A diferença há de ser maior, quando o horário de verão iniciar na Europa. O EST – European Summer Time – inicia todos os anos no último domingo de março e vai até o último domingo de outubro. Serão daí quatro horas de diferença em relação ao horário brasileiro… É a maior diferença que se alcança nos relógios entre Brasil e Portugal!

Enfim, é difícil achar um português que se preste a assistir a entrega dos Oscares. Eu lembro de acordar sempre cansada nas segundas-feira pós Oscar, pois sempre entrava madrugada ligada na tv. Se alguém fizer isso em Portugal, vai à aula virado.

Já que a diferença entre minha localização atual e Hollywood é de apenas cinco horas, tentei assistir o máximo que aguentei da “maior festa do cinema mundial”. Fiquei insatisfeita com o resultado. Nada contra Guerra ao Terror, mas Avatar foi o melhor filme de 2009, na minha opinião. Tudo bem que o Cameron pegou má fama depois de Titanic, mas eu adoro Blockbusters e sempre vou idolatrá-los. Por que indicar Avatar a uma camaçada de prêmios e mal premiá-lo? In-jus-to. Avatar vale cada centavo dos 500 milhões de dólares que gastou para ser feito.

1 Comentário

Filed under Brasil, Europa, Portugal

Enquanto isso, no Brasil…

Mesmo estando afastada, tento me atualizar. Sei que a décima edição do Fórum Social Mundial está bombando em Porto Alegre. Até o Lula vai desfilar por lá. Também acompanho a décima edição do Big Brother Brasil através do YouTube. Hoje a noite vou torcer para que a Marcela saia. Inclusive votei contra ela através do site da Globo.

Ontem descobri a existência de Luan Santana. Achei uma mistura de emo e sertanejo. Aliás, ele é muito parecido com os meninos do KLB – isso ainda existe?. Enfim, segundo consta, parece que ele esteve no Programa do Gugu e da Hebe. Aposto que logo logo estará no Faustão também.

Fiquei sabendo a pouco que um estudo prevê fim da miséria no Brasil em apenas seis anos. Quem sabe, em meia década vale a pena retornar ao lar…

A novela das oito, Viver a Vida, eu também assisto quando calha. Jornal Nacional larguei de mão, mas às vezes crio alguma manchete imitando a Fátima e o William. Geralmente acontece alguma coisa com “estudantes brasileiros em intercâmbio”, e eu reproduzo para os amigos.

A Record criou o R7, que, para mim, lembra muito o G1. O ZeroHora.com continua a mesma coisa. O Terra eu nunca mais acessei e o UOL serve praquê mesmo? O jornal Correio do Povo está com um site bacana (finalmente, aleluia!), cuja interface me lembra muito o design gráfico do impresso. Finalmente a mídia gaúcha está atentando para as novas tecnologias, em especial as redes sociais. Bonito ver que muitos jornalistas agora mantém twitters, blogs, orkuts e facebook em pleno funcionamento. Tudo bem que não se precisa de diploma para exercer a profissão no Brasil e, por esse motivo, qualquer um pode postar qualquer coisa como mero observador. Mas, na minha opinião, cabe as redes sociais estreitar o elo entre comunicador e ouvinte, tornando-os pessoas de carne osso, sem pedestais.

Eu ainda não fui ao cinema ver Avatar, que parece ser o filme do ano – ou pelo menos da primeira metade dele… se bem que foi lançado em 2009.. whatever!. Aliás, estou afastada das telonas há quase um ano, com excessão da vez que fui ver Lua Nova, a continuação da saga Crepúsculo.

Devem ter abertos novas danceterias e barzinhos no litoral. Provavelmente, Porto Alegre foi carinhosamente apelidada de Forno Alegre nesses últimos dias. Abriram novas lojas no Iguatemi – li isso na newsletter deles. Deve ter gente pensando no Planeta Atlântida, e outros se preparando para o show do Metallica na quinta-feira, 28.

Eu, cá em Portugal, passo os dias a arrumar malas. Estou de mudança. Apartamento novo, vida nova! – esse tem sido meu lema nos últimos tempos. Em exatos 30 dias, estarei sobrevoando o Atlântico de volta ao lugar que parece não mudar, esculpindo-se vagarosamente.

Deixe um comentário

Filed under Vida Portuguesa