Tag Archives: aeroporto

TAP eleita a melhor companhia aérea internacional do Brasil

Eu assino embaixo. Adoro o serviço e atendimento da TAP, e creio que fizeram uma grande aposta intensificando a atuação no mercado brasileiro – até porque, dizem por aí, que somos o país do futuro! A TAP é mesmo a melhor companhia aérea internacional com atuação no Brasil. O prêmio foi entregue na 34ª edição da Feira de Turismo do Estado de São Paulo.

Em 2010, a TAP transportou cerca de 1 milhão e 400 mil passageiros entre Portugal e Brasil (eu devo estar contabilizada pelo menos umas quatro vezes nesse número aí hehe). A TAP conta ainda com um dos melhores atendimentos via redes sociais (estão sempre de olho e respondendo comentários no Twitter ou Facebook), além de ter uma das melhores revistas de bordo, a Up (que também já foi premiada).

Eu sou fã!

Quando eu cheguei a Portugal, logo percebi que muitos brasileiros andavam por lá a tentar fazer a vida. Brinquei inclusive com a piada batida da “colônia dominando a metrópole”. Pois é, bebê… pelo visto, agora que estamos cheios do novo “ouro” e “Pau-Brasil”, a metrópole cresceu o olho e quer abocanhar uma fatia desse bolo. Espertos são eles (e depois dizem que português é tudo burro, néam?!). Mas isso é também bom para nós. É preciso educar as cias aéreas brasileiras para um melhor atendimento e prestação de serviço aos clientes. Para isso, nada melhor do que cercar-se de bons exemplos 🙂

Anúncios

1 Comentário

Filed under Portugal

Porto Alegre é capa da Up, a revista da TAP

A TAP distribui para seus passageiros durante o voo a revista Up. Eu gosto bastante, acho que tem fotos e matéria interessantes (apesar do tamanho da fonte de letra ser muito pequeno #ficadica!). Certa vez, viajei com a equipe da revista num voo Lisboa – Rio de Janeiro. Conversei com uma das jornalistas e uma designer. Não lembro muito mais do que isso, só sei que a menina do design era polaca.

Na edição da Up de Outubro, Porto Alegre está na capa. Provavelmente por causa do novo voo da TAP que conecta a maior capital do sul do Brasil a Lisboa. Eu peguei esse voo em julho: Facilita (e muito!) a vida dos gaúchos que se destinam a Portugal, dos portugueses que pretendem conhecer Porto Alegre (muito embora eu não recomende, pois não é uma cidade muito turística) e também dos tugas que vivem por cá (e são vários!).

O único problema de voar Porto Alegre – Lisboa direto é a infraestrutura precária do aeroporto Salgado Filho. No embarque até não tive grandes problemas, mas não posso dizer o mesmo do retorno. Ao desembarcar no retorno em Porto Alegre, foi fila para passar na aduana (e deixaram os gringos passarem na frente dos brasucas no meu próprio país!), fila para pegar a mala (a esteira disponível para voos internacionais não comporta a quantidade de passageiros e malas que carregam) e fila para sair da sala de desembarque (a alfândega quer revistar todo mundo para ver se descola alguém acima da cota de compras e mete uma multa!). Além disso, quebraram as minhas DUAS malas – sim, é mesmo muita sorte! (Essa última informação não pode ser atribuída a precariedade do aeroporto, pois a mala trocou de voo entre Porto e Lisboa, ou seja, pode ter quebrado nesse trâmite).

Infelizmente eu não consegui uma edição e tampouco possuo um iPad para baixá-la (aliás, nem conseguir baixar do iTunes direto pro pc – não sei pq!). Assim, não li a matéria sobre Porto Alegre (ainda!). Apesar disso, consegui baixar a fotinho da capa e da página interna.

Bombacha e chimarrão na capa da Up de Outubro/2011

Porto Alegre famosa da Europa (chic demais!)

Bom, mas e fora o novo voo da TAP, o que Porto Alegre tem a ver com Portugal? Olha, se você não é gaúcho, provavelmente pode indagar-se sobre isso…

A História que me contaram no colégio foi a seguinte: Oito casais açorianos liderados por Jerônimo de Ornelas Meneses de Vasconcelos foram destacados pela coroa portuguesa para povoar o Rio Grande do Sul e fundaram Porto Alegre. O primeiro nome da cidade teria sido “Porto dos Casais”, pois se tratavam de casais que chegaram num porto (!), e, como eles eram muuuito felizes, o nome depois foi alterado para Porto Alegre (!).

Engraçado que eu acabo de descobrir que o tal Jerônimo não é açoriano, e sim madeirense (talvez seja até parente do Cristiano Ronaldo hehe). Além disso, sempre desconfiei que essa história de oito casais era um bocado lúdica. Futriquei na Wikipedia e lá está escrito que não eram 16 portugueses, mas mais de mil que povoaram diversas cidades do Rio Grande do Sul.

Enfim, sejam da Madeira, dos Açores ou do continente, Porto Alegre foi colonizada por portugueses. A cidade até tem um monumento dedicado a esses supostos casais açorianos que cá chegaram (não acredito até agora que fui enganada por minha professora de Estudos Sociais da quarta série!): O Monumentos aos Açorianos localiza-se no Largo dos Açorianos em frente ao Centro Administrativo do Estado, próximo ao centro e ao rio Guaíba. (O Centro Administrativo é aquele prédio que aparece na segunda foto desse post, muito embora não se veja o Monumento aos Açorianos…).

Bom, espero que essa aparição na revista da TAP torne Porto Alegre mais conhecida em Portugal e na Europa. Eu já perdi as contas de quantas vezes algum europeu me perguntou de onde eu era, respondi que era de Porto Alegre e a pessoa diz: “Ahhhh, conheço.. É bem quente lá né? Fica bem no norte né? Ou seria nordeste?”. Nesse momento, sempre precisei acabar com a felicidade do cidadão e dizer: “Acho que você está confundindo com Porto Seguro ou Porto de Galinhas, meu bem. Eu nasci em outro Porto!” 🙂

UPDATE: A Revista da TAP pode ser acessada também através do site na Internet. O endereço é http://upmagazine-tap.com/.

2 comentários

Filed under Brasil, Portugal

Mochilão europeu

Itens essenciais na lista de um mochileiro: Mochila (dã!) e saco de dormir. Se você viaja de low cost é bom saber que as companhias aéreas desse tipo cobram pelas bagagens despachadas. A solução: Viajar apenas com bagagem de mão.

Geralmente, aceitam-se bagagens de mão com até 10kg (a Ryanair, por exemplo). Há um limite também para as medidas, pois deve entrar no compartimento de bagagens de mão – aquele acima dos assentos. Importante destacar também que é UMA bagagem por pessoa apenas. Ou seja, bolsa de mulher, sacolinha de plástico, capa de laptop e qualquer outra coisa do gênero conta como item. É a mochila e ponto final.

Quando eu viajei 40-e-tantos dias pela Europa do leste em 2009, comprei meu “kit viagem low cost” na Sport Zone. Aliás, prefiro a SZ a Decathlon. Paguei €39,90 pela mochila e (vejam só!) ela continua custando a mesma coisa: País sem inflação meio que causa espanto/admiração em brasuca, né?

Enfim, a mochila é essa da foto, da marca Berg. Super útil e bonita!

Minha companheira de aventuras!

Não é como a maioria dos mochilões que parece um saco, ou seja, você praticamente soca as suas roupas lá dentro e depois fica tua amassado ou com cara de sujo. Essa mochila tem zíper que deixa você abrir ela totalmente, parecendo uma malinha de colocar nas costas. O melhor? Ela não é rígida: Se der rolo de não entrar no treco que mede as malas da Ryanair, você senta nela e faz caber!

Quanto aos sacos de dormir (ou “saco cama”, como diz em Portugal), eu paguei 7 euros no meu. Mas ele era meio grande, eu pendurava na mochila mesmo e passava na boa no aeroporto. Foi muito útil para as noites que dormi no chão de estações de trem e aeroportos. Se você paga pouco pelo saco de dormir, não tem pena de sujar, rasgar, emprestar, perder ou se desfazer. Há quem prefira comprar daqueles sacos de dormir bem pequenos, que cabem dentro do mochilão. Eu acho que não vale a pena pagar mais do que 10 euros nisso.

Se achar necessário também, é sempre útil comprar uma daquelas toalhas de banho que absorvem a água. Além de quase não ocuparem espaço, você não precisa se preocupar com toalha molhada umedecendo suas roupas (ou ter que arranjar saco plástico para colocar ela dentro). Vale o investimento!

Ah, e uma última dica: Não entupa a sua mala de coisas, roupas e acessórios. Deixe para comprar no lugar que você está indo. Leve somente o essencial. Não se preocupe também em levar shampoo, condicionador e não sei mais o que naqueles frasquinhos de 100ml: Isso compra-se quando chegar no destino (e divide-se entre os companheiros de viagem!).

Como diz uma amiga minha, a Nina: “Em qualquer cidadezinha da Europa tem supermercado e aceitam cartão de crédito!”. Ou seja, sempre melhor levar 7kg de bagagem do que 10kg, pois nunca se sabe a promoção bombástica que se vai encontrar por aí hehe

Deixe um comentário

Filed under Europa, Portugal

12 de Agosto: Dia Internacional da Juventude na TAP

Eu nem sabia que existia um dia para nós, jovens. Pois, isso existe.

No dia 12 de Agosto, comemora-se o Dia Internacional da Juventude. Daí que eu digitei no Google, tentei a Wikipedia e aqueles calendários de datas comemorativas. Bom, não achei necas de pitibiriba sobre essa data. Tem uns que dizem ser em 30 de março, mas daí olhei bem e vi o “mundial” ao invés de “internacional”. Enfim, não me interessa muito a comemoração em si, mas sim a dica a seguir:

No Dia Internacional da Juventude, a TAP dá-te 20!

Se tens entre 12 e 30 anos, a TAP dá-te 20% de desconto na reserva de qualquer viagem para a Europa!

Mas atenção… só poderás reservar a tua viagem no dia 12 de Agosto entre as 00h00 e as 24h00,exclusivamente online, usando o nosso Código Promocional: JOVEMTAP2011.

20% de desconto para jovens no dia 12 de Agosto

Pois, pois, pois. Isso aí é mesmo fixe! Confere os detalhes aqui!

Muito embora as passagens da TAP tenham o preço mais salgadinho do que as da Ryanair, custa nada dar uma espiadela no site e conferir se a promoção vale a pena. Até porque despachar mala na Ryan custa cerca de 30 euros. Na TAP dá para levar 23 quilos de bugigangas à borla, ou seja, às vezes pode valer a pena para uma viagem a Londres, por exemplo, onde se compra a alma por poucas libras lol

O mais legal de tudo é que a TAP considera jovem pessoas até 30 anos. Ufa! Me senti até melhor agora… Ainda tenho um tempinho de juventude para comemorar 🙂

Deixe um comentário

Filed under Portugal

#ficadica: Ryanair

Ela é melhor amiga dos estudantes na Europa. Leva os brasileiros para conhecer monumentos famosos, desde o Brandenburg Tor até o Park Guell. E não atende somente os brasucas: Os europeus adoram!

Depoimento próprio e real: No verão de 2009, fiz uma viagem de 45 dias. Peguei seis voos. Bagatela de 130 euros. Sim, seis voos! E eu paguei a taxa de 5 euros por voo, pois eu não tinha o cartão de débito parceiro da Ryainair que oferece a não cobrança de taxa para compras realizadas com ele no site.

Tenho amigos que já foram a Londres por 1,50 euros ida e volta. Outros que já pagaram 0,23 por trechos. Tem ainda gente que garante já ter viajado de grátis. SIM, de grátis. Tax free e tudo!

Agora pára e pensa. Tem amigo melhor que a Ryan? (e sente só a piada, porque dois dos fundadores da Ryanair tem Ryan no nome!). Logo que cheguei no Porto, meu amigo André disse-me para colocá-la na página inicial do navegador de Internet. Ao menos, ela merece ser salva nos favoritos.

Atualmente, a base da Ryanair no Porto nos conecta a 10 países. O viajante pode optar ainda por criar suas próprias conexões, ou seja, para chegar a Europa do leste, pode voar para Bratislava e de lá seguir para o destino final. Recomendo ainda Milão como bom lugar para um stop. Só tome cuidado para não perder o próximo voo, pois a Ryanair não se responsabiliza por conexões “inventadas” pelos clientes.

Do Porto para 32 países!

Eu ainda sigo a Ryanair no Twitter e aderi à página Ryanair is the Erasmus Student’s best friend no Facebook.

Ryanair no Twitter

Página para likear no Facebook 🙂

Ah, e pode confiar, viu? Não é porque o preço é baixo que o produto ou serviço oferecido não é bom.

It’s Europe, baby 🙂

Deixe um comentário

Filed under Europa, Porto

Jornalista Fernanda. Mas pode chamar de Geógrafa :)

Foi a viagem mais doida da minha vida. Na segunda-feira, 4 de julho, embarquei a noite para Portugal no voo TAP Porto Alegre – Lisboa. O voo saiu com mais de uma hora de atraso. Quando cheguei a Lisboa, estava a 20 minutos da partida do meu próximo voo, que ia para meu destino final, o Porto. Mal sai e já avistei o atendimento de terra da TAP: “Menina, tenho voo agora e olha o tamanho da fila da aduana! O que eu faço?”. A atendente da TAP me olhou e disse calmamente: “Corre!”.

Sim. Eu corri. E corri muito! Furei a fila na frente de 300 pessoas. Algumas me xingaram, outras puxavam pelo braço. Mas eu tinha um objetivo e apenas 20 minutos. O senhor da aduana foi super simpático. Mal fez perguntas e já carimbou meu passaporte. Depois passei pelo raio-x, subi umas escadinhas, virei a esquerda e mirei o portão 12.

Eu mal conseguia falar, e o atendente da TAP queria saber onde estavam as outras oito pessoas que vieram no mesmo voo que eu de Porto Alegre e deveriam embarcar agora para o Porto. “Olha (respira), eu tava (esbafora) correndo sozinha e (respira fuuuundo) não vi ninguém atrás de mim”. Então ele me acompanhou até o autocarro que leva os passageiros nacionais ao avião. Ali estavam umas 40 pessoas sentadas me esperando. Pensei comigo: “Hoje é meu dia de fazer inimizades”.

Um moço muito simpático me ofereceu água. Eu estava completamente suada, cansada e com dificuldades para respirar – não sou nenhuma atleta e não pratico esportes… só podia me ralar com a corridinha básica que fiz. Enfim, embarquei e procurei relaxar – e também fiz amizades com as pessoas que sentaram ao meu redor no avião (não podia deixar de ‘ser Fernanda’ mesmo estando a morrrer hehe).

Cheguei ao Porto pouco após o meio-dia de terça-feira, 5 de julho (horário local, ou seja, 4 horas na frente do brasileiro durante o verão europeu). Não cumpri minha promessa de beijar e lamber o chão do aeroporto quando chegasse, pois a TAP fez o favor de perder minhas malas e eu estava um bocadinho estressada. Felicidade mesmo só na hora que eu vi meu namorado (ohhh que fofo!!).

O Porto continua o mesmo. O Piolho ainda é o point, a cerveja é mais barata nas noites de quarta-feira no Adega Leonor, o verão continua uma delicinha, os gunas ainda estão lá assim como as cotas lol A Padaria Ribeiro ainda une o bom ao barato, a Zara da Santa Catarina reabriu e está mais bonita (em compesação, a do shopping Via Catarina fechou), a Cedofeita mantem sua simpatia e o pessoal do SEF continua antipático. Enfim, tudo está bem direitinho do jeito que eu deixei no dia 26 de janeiro 🙂

Para provar que estive lá: Tarde de sol na esplanada do Piolho em frente a Reitoria da UP

A viagem foi rápida e mais do que cansativa. Foram três dias de correria para organizar coisas, vender coisas e doar coisas – quer uma dica? Não acumule coisas! Fiz meu exame de Geografia Humana de Portugal na faculdade e, adivinha só?!?! Passei lol Aprovação também em Seminário de Projecto II, com a nota 18 (meu, 18 é uma BAITA nota!). Modéstia a parte, o trabalho ficou tão gracinha que merecia esse notão. “O Fortalecimento da identidade europeia através do Programa Erasmus” é meu orgulho atual 🙂 E eu, além de Jornalista, agora também sou Geógrafa licenciada pela Universidade do Porto (chic demais!).

Conclusão da ópera? 1. Pseudo-festinha-de-despedida no hostel que eu trabalhava, o Oporto Invictus Hostel na noite de sexta-feira. 2. Voo às 5 da matina de sábado, 9 de julho. 3. Malas quebradas pelo pessoal super delicado da TAP no aeroporto Salgado Filho no mesmo sábado, só que às 18h (horário local brasileiro). 4. Viagem de trabalho no domingo, 10 de julho, para São Paulo (sim, agora vivo cá temporariamente). 5. O final de semana é amanhã e eu vou dormirEEE finalmente lol

2 comentários

Filed under Porto

Eu vou pra Portugal!

Sim! É Isso mesmo! Embarco amanhã, segunda-feira dia 4 de julho, no voo da TAP Porto Alegre – Lisboa (mas meu destino final é o Porto). Lá vou realizar o último dos exames para me licenciar em Geografia pela Universidade do Porto. Também realizo a entrega do meu projeCto final lol

No sábado, 10 de julho, já estou de volta. Vai ser um bate-volta rapidão e necessário. A parte boa? Vou trazer na mala muitas fotos, notícias de primeira mão e novidades do Porto para postar aqui nesse blog. O Vida Portuguesa jamais morrerá!

Deixe um comentário

Filed under Portugal, Vida Portuguesa