Universia acredita na educação portuguesa

Em resposta ao vídeo produzido pela Revista Sábado sobre a ignorância dos universitários portugueses, o site Universia saiu às ruas para indagar “lavar a alma” dos universitários de Portugal. Fiquei sabendo desse vídeo por causa do comentário do site no post anterior.

É claro que eu acredito que aqui também se valeu do uso da edição, mas de maneira positiva, o que não deixa de ser uma crítica ao modo como foi conduzido (e editado!) o vídeo da Sábado. Pouco me importo se os entrevistados da Universia sabiam as respostas de antemão (ou deram demasiadas explicações que nos levam a desconfiar que já sabiam o que dizer), pois acho que vale a proposta de mostrar que qualquer um pode ser tachado de ignorante ou inteligente dependendo do objetivo.

Achei curioso ainda que dois dos participantes sabiam o nome completo do presidente dos EUA. Um pouco forçado, ao meu ver. Engraçada a resposta final onde o gajo diz que o livro de Saramago tem cerca de 445 páginas. Se ele sabe o número exato, por que disse cerca? (Fico a me questionar se as respostas já não estavam ensaiadas…).

9 comentários

Filed under Portugal

9 responses to “Universia acredita na educação portuguesa

  1. Pedro

    Tudo indica que as respostas já estavam ensaiadas e foi mais uma crítica ao artigo da sábado do que propriamente uma entrevista sobre cultura geral.🙂

  2. Afonso

    Claro que é uma bofetada à Sábado.
    Gostei de referirem que a água, na verdade, nao tem um símbolo mas sim uma fórmula química! Ahahahahahah
    O facto de darem as datas e número de páginas do livro do Saramago (tal como da Capela Sistina) é obviamente puro sarcasmo!
    Quanto ao Barack Hussein Obama II (desconhecia o II) mas muito se falou do Hussein numa altura em que os EUA combatiam os outros Husseins – na verdade isso até foi utilizado pelos Republicanos na campanha.
    Fogo combate-se com fogo.

  3. Manuel

    “Engraçada a resposta final onde o gajo diz (…)”

    Fernanda, o uso da palavra GAJO é muito coloquial. Como deves saber só é utilizada informalmente e por vezes poderá ser entendida como uma forma menos simpática de nos referirmos a alguém. Raramente aparece escrita.
    Tudo depende do contexto, mas eu só a utilizo quando falo com alguém com quem tenho muita confiança e estou a referir-me a outrem (a uma terceira pessoa) de forma genérica, abstracta ou sem simpatia e respeito.

    Alternativas: o ‘tipo’; ou um pouco mais arriscado – o ‘bacano’.🙂

    • fernandapugliero

      Manuel, cá no Brasil está a passar uma novela chamada “Fina Estampa” (no lugar de “Insensato Coração” que terminou há um bocado e deve estar a passar por aí). Pois, um dos personagens principais é um português, e ele fala gajo de 5 em 5 minutos (aliás, o ator é lisboeta). Enfim, acaba que eu estou a chamar todo mundo de gajo cá e estou a escrever assim tb!

      Do mesmo jeito que os portugueses me imitavam quando eu estava em Portugal falando “eaí galera”, eu uso “gajo” para me referir qualquer terceira pessoa mais ou menos jovem do sexo masculino que eu não conheça direito. Pois, sobre o “eaí, galera”: eu nunca digo isso. Aliás, “galera” é uma palavra super tosca que só usam em “Malhação” e provavelmente no Rio de Janeiro (pois a maioria das expressões coloquiais da novela da Globo são cariocas e pouco usadas fora daquele canto).

      Enfim, pretendo em breve fazer um post sobre a novela. Vai ser fixe😛

      • Manuel

        Fernanda, caimos outra vez na questão dos estereótipos: obviamente aí no Brasil o ‘gajo’ da novela irá dizer ‘gajo’ de 5 em 5 minutos porque é isso que os brasileiros pensam que os portugueses fazem! Mas digo-te, soa tão mal, soa tão feio, e tão forçado!!! Gajo é como o ‘pá’, tem que ser usado com moderação, de acordo com o contexto. Apercebeste-te que nós temos vários códigos e usamos a linguagem de forma extensiva. Outro exemplo. Só chamamos por ‘tu’ alguém com muita familiaridade e geralmente na mesma faixa etária. Fazemos a conjugação na terceira pessoa para toda a gente que não conhecemos, mas o recurso ao pronome ‘você’ é camuflado, ou seja, devemos sempre evitar dizê-lo, substituindo-o pelo nome, profissão, senhora, senhor… Seria sempre ‘A Fernanda não deve dizer gajo’ e não ‘ Você não deve dizer gajo’. Bem…com tanta conversa de etiqueta apetece-me até tomar chá!!!! Essa novela ainda não passa, agora dá uma novela chamada ‘Insensato Coração’ ou algo assim, mas que passa quase à meia-noite.
        P.S. O português que diz gajo também é padeiro?

  4. fernandapugliero

    O gajo da novela é dono de uma tasca que faz as melhores empadas da cidade hehehe Praticamente padeiro!😛

    Esse negócio de dizer “O Manuel não deve ficar a discutir etiqueta” soa muito mal, sabia? Parece que estou a falar de uma terceira pessoa, quando na verdade me refiro a você. Enfim, eu gosto do purtuguêix di Purtugau.. acho-o mais adequado que o brasileiro (que parece uma cachoeira de gírias sem nexo!).

    • Manuel

      Sim, é um bocado formal, por isso é que para todos os restantes usamos o tu!!!! Eu nunca percebi bem onde é que o pronome tu ficou no Brasil…a sério, sem sarcasmo. Não percebo como e quando é que o usam! (Voltando a Portugal, há zonas do Norte do país onde se usa ainda muito o vós!!! Este Verão ouvi um grupo de pessoal em Chaves que estavam a combinar ir ao Sudoeste e diziam: “Ides ou não?!”)🙂

      • fernandapugliero

        Usa-se a segunda pessoa do singular especialmente no Rio Grande do Sul. Aqui conjuga-se “tu” corretamente. Há outros Estados que também o utilizam, mas, na maioria das vezes, conjugando-o como “você” (que pede verbo na terceira pessoa do singular).

  5. Manuel

    Ou seja, ‘tu vai’ em vez de ‘tu vais’, mega pontapé na gramática!😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s