Do lado de lá

Qual foi a música mais tocada no verão 2011 em Portugal?

Do Lado de Cá, do Chimarruts.

Sim, a música mais tocada na rádio Nova Era no verão português é brasileira.

Do lado de cá desponta outros 39 sucessos internacionais

A Nova Era é a maior rádio de Portugal ou, pelo menos, a mais popular entre o público jovem. Parece muito a Jovem Pan brasileira (ou seria a Jovem Pan que se parece com a Nova Era?). Adoro o slogan: Música sem Parar!

Eu desconfiei que essa música estava a fazer sucesso em Portugal quando meu namorado (que é português) colou o link para ela no meu Facebook. Certamente ele não descobriria esse sucesso (?) de 2010 da Chimarruts sozinho, até porque, a banda nem é tão famosa assim. (Importante destacar que não estou a falar mal da banda, pois até gosto. Mas não se pode comparar a fama da Chimarruts com a da Ivete Sangalo, por exemplo).

No país do kuduro africano, depois de enjoar do samba, axé e funk, agora é a vez do reggae brasileiro encantar os portugueses. Talvez porque Portugal não tenha bandas que façam músicas para os jovens (aqui cabe um adendo: que me desculpem os portugueses, mas Xutos e Pontapés é beeeem meia boca). De fato, no mundo musical, Portugal se resume a fados.

Anúncios

16 comentários

Filed under Brasil, Portugal

16 responses to “Do lado de lá

  1. Manuel

    Uau…e eu pensava que…fiquei chocado! Bem, não sei bem como é no Porto, mas em Lisboa, a rádio urbana mais escutada – atenção: não passa David Guetta – pela tribo mais ‘descolada’ é a Rádio Radar. E…contrariamente ao que está escrito neste texto, se muitas bandas portuguesas já passam na Radar, é sinal que há muito somos mais que Fado. Já nem falo nos The Gift e os Deolinda, os Buraka continuam a bombar (e não, não é kuduru puro, mas muito mais urbano e complexo), e podem ver os nomeados deste ano aos MTV EMAs Best Portuguese Act (para todos os gostos)…eu no meu iPod tenho PAUS e apaguei de vez a Amália Rodrigues – que por sinal, devia ser o hit dos universitários do Porto!!! E Xutos…mas este post foi escrito em 1984?! Choquei!

    • fernandapugliero

      Eu citei Xutos, ok. Mas peraí: Você, Manuel, tinha Amália Rodrigues no iPod?? Agora quem está chocada sou eu! Amália Rodrigues não morreu no século passado? (leia-se bem: MORREU!). Pelo menos, os Xutos continuam vivos e parecem sim ser a única banda de (pseudo) sucesso pop portuguesa.

      Quanto a tal rádio que citas, não conheço. No norte é mesmo a Nova Era que domina. Mas irei procurar na net sobre a Radar e conferir se eles não tocam mesmo David Guetta (dú-vi-do!) hehe

      É sempre bom receber comentários aqui (eu gosto muito mesmo!) e espero que você não se incomode com a minha réplica, afinal esse espaço aqui é justamente para isso: Debate!

      • fernandapugliero

        Ah, e sobre a Buraka: O que seria da música contemporânea portuguesa se as colônias não tivessem voltado a metrópole? Pelo que me consta, a Buraka pode até tocar um “kuduro mais urbano e complexo” como tu mesmo definiu, mas mesmo assim não deixa de ser essencialmente um ritmo africano!

      • Manuel

        Amália Rodrigues no iPod era uma piada…sarcasmo…agora ainda choquei mais!!! 🙂 Há vida para além do mainstream e simplesmente há muita gente que não houve Guetta. Os XUTOS são muito mais rock que pop – e não tiveram pseudo sucesso mas sim sucesso: só que remontamos aos 80, passou para os 90 e agora são banda de culto. Pop intemporal foi a do António Variações – com um projecto de homenagem já no século XXI chamado HUMANOS – ou os Heróis do Mar…Muito contemporâneo temos o Ligendary Tigger Man aka Paulo Furtado (com as colaborações com a Maria de Medeiros e Peaches)! Admira-me que não tenha nunca ouvido a banda do Porto chamada Clã…
        Enfim, peço desculpa, mas tanta informação sobre o Pingo Doce e em questões basilares como esta tendemos para o regionalismo? Portugal é pequeno mas diverso. (Nem todos trocamos os Vs pelos Bs, nem todos dizemos ‘naúm’, e só para alguns é que o Porto é uma naçaúm).
        Finalmente e já que é chamado o assunto colónias – o inverso poderia ser também perguntado: se não fosse a colonização portuguesa, que colocou em contacto a cultura africana, sul americana e a europeia, o que seria da música brasileira?! Não somos o resultado da nossa história e cultura?! Se Portugal foi durante séculos um império ultramarino, obviamente terão de existir sinais! Se um desses sinais se expressa através dos Buraka: fixe.

  2. Felipe

    michel teló é o que mais toca agora haha

  3. Pedro

    Existem bastantes bandas jovens em Portugal mas a nossa rádio é muito virada para o estrangeiro, passam hits de toda a Europa e da América (Norte e Latina mas mais em especial do Brasil como é fácil de comprovar). A questão é que Portugal é um país pouco virado para o pop como tal é difícil ouvir nas rádios músicas portuguesas (grandes consumidoras deste género), mas a cena indie é forte. Se fores ao Hard club, casa da musica, Santiago Alquimista (na terra das alfaces) etc dão espaço às bandas mais alternativas em Portugal. Mas será sempre raro encontrar uma banda indie Tuga nas nossas rádios, Mão Morta e Ornatos Violeta são/foram uma excepção. Quanto à musica brasileira ela é muito consumida nos espaços de diversão e em toda a nossa imprensa e radiofonia pois geralmente tem melodias que facilmente ficam no ouvido embora ache que a melhor musica brasileira não passe nas nossas rádios.
    Parabéns pelo Blog, costumo ler muitas vezes e vou tirando dicas para quando for a minha vez de ir de erasmus.
    Cumprimentos de um colega da UP (feup) e portuense.

  4. Filipe

    “A Nova Era é a maior rádio de Portugal”, talvez a mais popular entre os jovens. Se não estou enganado a Rádio Nova Era só existe em algumas cidades do Norte de Portugal.

  5. A. Lemes

    Além do Xutos (que eu compararia ao IRA! aqui do Brasil), em Portugal tem duas banda que estou ouvindo com muita frequência: Fonzie e Fitacola, que podemos comparar ao CPM22 aqui no Brasil. Inclusive a música “outros dias” do Fitacola tem a participação do Badauí (vocalista do CPM). Assistam o clipe no youtube. Recomendo muito!

  6. Manuel

    Ah…e o Tony Carreira…também o tinha no iPod mas tornou-se incompatível com os Cansei de Ser Sexy.

  7. Manuel

    ??? Obviamente é essencialmente sobre o Porto, começando logo pela imagem que abre o blog…de tão óbvio, é melhor nem entrarmos por aí… O que me fez atirar para o tema foi a afirmação ‘a maior rádio portuguesa’ – e aí passámos a fronteira do Porto!!! Sinceramente, como nunca ouvi falar em Nova Era até pensei que fosse uma rádio Envagélica! 🙂 Agora mesmo a sério, rádios grandes, nacionais e mainstream, serão a Comercial ou a Antena 3 – e essas devem – para além de passar David Guetta – chegar aos quatro cantinhos de Portugal Continental e Ilhas.
    E também a sério: numa altura em que finalmente se parece estar a fazer as pazes com a língua e já há muita gente a consumir sem preconceitos pop/rock nacional, pareceu-me muito errado a afirmação que ‘continua a ser um País de Fados’. Com certeza que o é, mas é também de muito mais…e um bocado para todos os gostos: da Eurovisão ao Indie (no qual, confesso, reside o nosso coração). Em relação ao Fado – na contra, simplesmente não oiço – mas mais cedo ao mais concordo que seja classificado como património imaterial da humanidade, e com isso ganhamos todos.

  8. Linda Martini, Ornatos Violeta, Tiago Bettencourt, Sean Riley and the Slowriders, Azevedo Silva, Pedro Abrunhosa, The Vicious Five, David Fonseca, Pluto, B Fachada, The Legendary Tiger Man, Doismileoito entre muitas outras. Espero que futuramente faças um melhor trabalho ao retratar o meu país.

  9. Lusitana

    Andava aqui pela net e vim parar por acaso a este post do teu blogue e fiquei bastante atarantada com tantos erros que vi por aqui…! A Nova Era é a maior rádio de PT e a mais popular entre os jovens??? Nunca ouvi tal rádio, mas talvez seja pq não moro na zona do Porto…! Chimarruts não faço a mínima ideia de quem sejam…! E Portugal é só fado, não tem música para jovens?? Mas há qt tempo é que estás cá em PT? Antes de mais, eu sou jovem e gosto de fado e, como portuguesa, tenho mt orgulho em que a canção nacional do meu país tenha sido eleita Património da Humanidade. Xutos e Pontapés é “bem meia boca”… não sei o que isso significa, mas imagino que não seja coisa boa! Os Xutos são óptimos, mas além deles há muitos mais nomes da nova música portuguesa… algumas já foram indicadas por O Ramalhete. Todos os nomes que ele disse são muito bons, mas posso acrescentar mais alguns: Deolinda, Os Capitães da Areia, PAUS, Dead Combo, Prana, Rita Braga, Diego Armés, João Só e Abandonados, Adriana, Márcia, Trêsporcento, Old Jerusalem, You can’t win, Charlie Brown, Rita Redshoes, Frankie Chavez, Filho da Mãe, Dazkarieh, Aurea, Luísa Sobral, Os Azeitonas, JP Simões, Anaquim, Os Pontos Negros, Samuel Úria, Noiserv, Guta Naki… estes são só alguns exemplos, mas posso dar-te muitos mais!! Mas começa por ouvir estes para conheceres um pouco mais da música portuguesa…

    • fernandapugliero

      Desculpe a possível ignorância (já que sou uma fanática por escrever bobagens e cometer “erros” cá nesse blog), mas Charlie Brown não é uma banda brasileira? Existe uma banda portuguesa chamada assim tb?

      • Lusitana

        Olá! O nome da banda portuguesa é You can’t win, Charlie Brown… tudo junto, com a vírgula no meio! ; ) São de Lisboa, se não me engano…

  10. Manuel

    Descobri um programa da RTP (com pronúncia do Porto e tudo): http://www.rtp.pt/programas-rtp/index.php?p_id=28042&c_id=1&dif=tv&idpod=68724
    Sempre poderá ficar a saber mais um pouco sobre música feita em Portugal – em português ou inglês, mas nacional.

  11. Renato

    fiquei chocado com este post. aconselho vivamente uma leitura em blogs de música brasileiros que falam exactamente da nova música portuguesa como um exemplo de inovação e reconversão.
    E sinceramente neste momento a música portuguesa passa por uma frase muito melhor que a música brasileira. Tirando o Marcelo Camelo e os contínuos lançamentos dos grandes cantautores de décadas passadas se resume ao sertanojo, funk e axé.

    http://screamyell.com.br/site/2010/12/11/especial-como-anda-a-cena-portuguesa/
    http://www.updateordie.com/2011/10/03/%E2%99%AB-linda-martini-da-me-a-tua-melhor-faca-a-nova-musica-portuguesa/

    E este seu comentário “O que seria da música contemporânea portuguesa se as colônias não tivessem voltado a metrópole? ”

    É exactamente essa a grande vantagem de Portugal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s