Francesinhas

Eu já disse aqui que a Francesinha é o prato típico do Norte de Portugal. Especialidade que todos que aportam por essas bandas deveriam provar, mesmo que isso signifique uma leve escapulida da dieta…

Francesinha, por Felipe Ribas

As calorias provém da mistura de pão, linguiça, fiambre – o presunto para os brasileiros -, bife de vaca e lombo de porco assado. Tudo isso com queijo derretido por cima. O molho é feito de tomate, cerveja e piri-piri – que é a pimeta brasileira…Tem gente que ainda pede a tal “Francesinha Especial” que acompanha batata-frita e ovo estrelado.

A Francesinha de Igor de Paula

Inúmeros restaurantes dos quais estive no Porto dizem que é deles a “Francesinha Original”, a tal primeira receita, e que depois os outros começaram a fazer cópias por aí. Quem inventou isso ao certo não se sabe. Eu li na Wikipedia que o “sanduíche” surgiu na época das invasões francesas – por isso o nome! Então, pelos meus cálculos desse ser do início do século XIX, já que Dom João IV fugiu pro Brasil nessa época com medo de Napoleão…

Francesinha de Carolina Bogéa, estagiária do Vida Portuguesa🙂

Francesinha é o tipo de coisa que é melhor não tentar fazer em casa – pelo menos, eu nunca arrisquei. Acho que vale mais a pena reunir uns amigos e experimentá-la em um restaurante. O preço gira em torno dos sete euros, podendo custar quatro em alguns lugares – quando não tem carne de vaca – e chegar aos doze nos lugares mais famosos da cidade.

Francesinha, por Fabiane Kremer

Ao pesquisar na Internet, achei até receita de Francesinha Vegetariana. Ao invés da carne toda, colocam-se cogumelos, espinafre, agrão, cebola, tomate, pepino e alface. Infelizmente ainda não conheci alguém que tenha provado desta, muito menos tenho fotos para ilustrar… Mas, parece boa🙂

Aline fotografa sua Francesinha e a dos amigos

Existe também a opção de comprar o molho pronto – já vi em vários supermercados e talhos por aqui – e misturar ao pão com as carnes já fritas e o queijo derretido em forno. Assim, o trabalho é facilitado, pois a maior dificuldade deve ser acertar o molho de acordo com a receita. Um dia, no futuro, talvez eu arrisque fazer minha própria Francesinha!

A Francesinha da Josi em processo de devoramento!

À primeira vista, os desavisados vão dizer que a Francesinha é inha, pequeninha demais. Engano. Acho difícil comer mais de uma em sequência, mesmo para aqueles que estão a morrer de fome – até já realizei pesquisa empírica sobre isso’hehe😛

Débora Santos posa com sua Francesinha

Fotos gentilmente cedidas pelos amigos que viveram no Porto nos últimos semestres, mais precisamente entre março de 2009 e fevereiro de 2010. Obrigada malta!

3 comentários

Filed under Vida Portuguesa

3 responses to “Francesinhas

  1. Carolina Bogéa (estagiária)

    me sinto honrada 2 vezes, uma pela foto postada e outra por saber quem além de estagiária da brasup, sou estag do vida portuguesa também!

  2. Débora, a dona da máquina-cachorrinho-de-café

    Assim … não é por nd … mas a Francesinha mais bonita é a minha !!! hehehe

  3. Pingback: Projecto Francesinha | Vida Portuguesa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s